Histórias dos Patudos

A História do:

Petra

Petra: uma prova da dimensão da maldade humana

Nem sabemos bem por onde começar... Uma situação que nos deixou de coração partido. Quando pensámos que já tínhamos visto de tudo, aparece-nos um caso de PURA MALDADE. A PETRA, amigos, a PETRA estava saudável num dia e está num sofrimento atroz no outro, por um ato premeditado de PURA MALDADE. A PETRA apareceu abandonada numa zona perto de Ponte de Lima onde todos os dias passa muita gente. Totalmente inofensiva, ainda muito jovem, abrigou-se num edifício e aí começou a procurar comida e contacto humano. Tivemos conhecimento do caso e como temos o abrigo cheio, fizemos a sua divulgação e conseguimos uma família de acolhimento. E a PETRA, que estava saudável no dia em que a divulgámos, quando a fomos buscar para ir para a casa que a acolheria, tinha uma espécie de cola no pelo.

Porque o aspeto era estranho foi para a Clínica Veterinária que colabora connosco e começou a piorar a olhos vistos, minuto a minuto. A PETRA foi alvo de um ataque sórdido e premeditado, criminoso e ilegal, cobarde e mesquinho - deitaram-lhe um ÁCIDO CORROSIVO em cima – e, obviamente, ficou com um prognóstico reservado. Um sofrimento inqualificável para a pobre cadelinha. Teve de ser sedada para se poder fazer a limpeza dos tecidos e suportou dores intensas. …foi uma queimadura química grave, em mais de 50% do dorso. A pele caiu e ficou em carne viva uma enorme extensão.(mais fotos aqui)